1 de junho de 2010

POEMA BRANCO



Branco

Um

Infinito

Raio

De

Luz



Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MARAVILHAS

Antes de morrer Rejuvenesça! Inato, ligeiro Seja sempre seu O primeiro sonho O último grito O imprevisto fato. A capa de cristal Par...