30 de julho de 2015

ESCUTA

Ao teu redor
Eu venho voando
Como um pássaro
Em torno da lira
Como um vento
Que sopra à ilharga

Beleza demais
Da tua verde luz
Do teu verbo raro
Do beijo com sabor
De mares consagrados

Escuta:
Não há mistério algum
Há o segredo de te amar
E adormecer calado...

Manoel Olavo

24 de julho de 2015

POMBO


O pombo
voa na
chuva fria

Sua asa toca a
janela de vidro
faz um ruído

vivo, o pombo
me convoca
à chuva fria

mito todo
poderoso, ave
a meu dispor

absorto nas
penas de um
único poema


Manoel Olavo

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...