10 de junho de 2010

NOSSO SONHO JUNTO

Nosso sonho junto, permitido,
Na brisa do poema que sonhamos

Nosso sonho junto, traduzido,
No gosto deste verso que beijamos

Meu coração, pássaro encantado
Pelo vento sutil de tuas palavras

Meu coração triste, tão cansado
Sonha te amar no tempo que se afasta

Minha alma vai te encontrar
Seguindo a flor que nasce aonde andas

Minha alma, o lírio abraça o mar
Na curva de um beijo dado na varanda

Um dia os deuses vão louvar
Tua beleza inteira em verso e graça

E farão nosso sonho cantar
No tempo em que o tempo não passa


Manoel Olavo

Um comentário:

  1. Lindo! Lindo! No tempo em que o tempo não passa
    os olhares também não passarão!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

UM POEMA DE AMOR

São bocas e olhos e auras e gotas E pernas entrelaçadas Fluente transbordante Minha alma brilha Nesta nova cor que vem da tua ...