4 de abril de 2010

SE TE SIGO

Se te sigo
(Isso eu faço
Há muito tempo)
É a mim que dispo
E defronto

Se te aguardo
É a mim
Que sigo
Enquanto sonho
Te despir

Sou quem anseia
Assim eu te vi
Perto de mim
Quando de longe
Te seguia

Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...