18 de setembro de 2011

VOCÊ ESTÁ SOZINHO



Ninguém ignora
A solidão acomodada
A dinamite moral do isolamento

Há dez anos
Eu vivo só
Como um infame
- O que não me incomoda

Amigos tentam consolar:
“Pois é... você está sozinho”.

Namoradas dizem pra eu
Não me esconder
E viver novamente.

Isto é: querem que eu
Me case com elas.

Contudo estou em paz
Com meus livros e a
Sujeira do passado.

A maré do tempo
Se acomoda
Como sempre

E a presença da morte
É a mesma
Esteja eu só
Ou acompanhado.

Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...