12 de julho de 2011

AMO EM VOCÊ

Amo em você
Esse desespero
Essa dor mal-disfarçada

O par de olhos fundos e percucientes
A inquietação calada o desejo de abraçar
                                                     [o mundo

Amo em você
Seus leões famintos
O salto sobre o abismo
O gosto de explorar zonas inabitadas
A certeza de não estar na vida a passeio

Amo em você
O riso que vira a realidade pelo avesso
E faz de espelho o que foi enigma

Amo em você
Essa intensidade
A ternura disfarçada
O sonho de voar além das copas

A coragem de ser
Ao mesmo tempo
Arco, alvo, braço e seta

Helena: 
Hei de lutar para lhe reter
Entre feéricas palavras

Mas a beleza que você traz
(Arco do Triunfo) fica intocada

E o verbo inútil se rende
Ante o esforço de dizê-la.

Manoel Olavo

Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

UM POEMA DE AMOR

São bocas e olhos e auras e gotas E pernas entrelaçadas Fluente transbordante Minha alma brilha Nesta nova cor que vem da tua ...