7 de maio de 2012

ROSANA

Rosana

Pra namorada você não serve

Pálida demais

Um sopro de ar gela suas veias

Eu desço intrigado

Ao porão de sua alma

E tudo o que eu encontro

É você pensando em mim


Manoel Olavo

Um comentário:

  1. olha Manoel, esses teus poemas a essas mulheres tem uma irreverência adorável, todos eles!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

UM POEMA DE AMOR

São bocas e olhos e auras e gotas E pernas entrelaçadas Fluente transbordante Minha alma brilha Nesta nova cor que vem da tua ...