6 de maio de 2012

DOSTOIÉVSKI



Eu dormi num catre

Senti frio

Fui dilacerado por dilemas

                         [sobre o bem e o mal

Enlouqueci

Vi a face de Deus

Mesmo assim

Não sou um personagem de Dostoiévski


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

UM POEMA DE AMOR

São bocas e olhos e auras e gotas E pernas entrelaçadas Fluente transbordante Minha alma brilha Nesta nova cor que vem da tua ...