22 de julho de 2010

SEM TÍTULO

Se olhar com calma

Dá pra ver algo raro:

Uma era

Em pedaços


Manoel Olavo

Um comentário:

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...