7 de abril de 2012

PERDI A HORA





Perdi a hora
Não dá pé
Me deu medo

A cidade
Tomba

O quarto
Roda

A semana
Passa

Tudo está em mim
Como tela
Mas estou ausente

O tempo
De esperar
Passou


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...