3 de novembro de 2010

AMO-TE PASTORA

Amo-te pastora
E neste enigma
Eu te desejo minha

Amo-te colossal
E tudo quanto há
Vem ao teu encontro
 
Pastora:
A face oculta
O lado avesso

Olhar que me espalha
Entre os espelhos

Sabia-te mais do que sonhara
Sabia-te mais do que pedira
Medida voraz de mil incêndios

Amo-te assim um amor maduro
Sem erros desnudo
E querendo-te demais te levo
Por dias de voar ao rés do sonho

Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

UM POEMA DE AMOR

São bocas e olhos e auras e gotas E pernas entrelaçadas Fluente transbordante Minha alma brilha Nesta nova cor que vem da tua ...