11 de novembro de 2012

RUDE POEMA

A morte é o
Rude poema
Do ma(p)ior
Amor que tive


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MARAVILHAS

Antes de morrer Rejuvenesça! Inato, ligeiro Seja sempre seu O primeiro sonho O último grito O imprevisto fato. A capa de cristal Par...