19 de janeiro de 2012

METADE DE MIM

O tempo todo eu
Luto em duas frentes

Metade de mim,
Previdente, teme
O próprio limite

Metade de mim,
Delirante, acende
Sua dinamite

A mesma alma em
Rumos diferentes


 Manoel Olavo

2 comentários:

MARAVILHAS

Antes de morrer Rejuvenesça! Inato, ligeiro Seja sempre seu O primeiro sonho O último grito O imprevisto fato. A capa de cristal Par...