3 de outubro de 2010

OLHA-ME

Olha-me
Antes que eu parta
Para sempre
Como quer partir
O outro
Que anda
Ao pé de mim

Olha-me
Antes que acabe
A luz
Que havia
Nas palavras


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

UM POEMA DE AMOR

São bocas e olhos e auras e gotas E pernas entrelaçadas Fluente transbordante Minha alma brilha Nesta nova cor que vem da tua ...