5 de agosto de 2010

MÃOS E VERSOS






Nas mãos

O gesto mínimo



Adiante

O labirinto



Letras gotejando

Pelas fendas



E as mãos

Sob um céu

De versos


Manoel Olavo

Um comentário:

  1. NOSSA!Impressionante como você toca fundo com tão poucas palavras!

    ResponderExcluir

MARAVILHAS

Antes de morrer Rejuvenesça! Inato, ligeiro Seja sempre seu O primeiro sonho O último grito O imprevisto fato. A capa de cristal Par...