3 de junho de 2013

FIO DA ADAGA


A vida inteira
Cercado
Pela morte

Inocente
Eu via

Guerras
Reinos
Glórias

Na ilusão
De ganhar

Vi o
    Sangue
        No fio
            Da adaga


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...