16 de janeiro de 2013

POR DO SOL




Num salto mortal

Luz dourada

Entre os edifícios

Na cidade feita

De metal e vidro

Meu corpo em cacos

Cai sobre a calçada

BLAM!

Mas ninguém se toca


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

UM POEMA DE AMOR

São bocas e olhos e auras e gotas E pernas entrelaçadas Fluente transbordante Minha alma brilha Nesta nova cor que vem da tua ...