29 de julho de 2012

LUA NOVA





Por que brilhar assim

Ó vaga lua nova?

Por que me prometer

O mar, o amor, a alma

Entrelaçada de distâncias

Se, quando vem  o dia,

A sua luz morre

No nada?


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMOR, TUA VOZ CARREGA O SOM DA ETERNIDADE

No mais belo dos dias Amor, sei que virás Estrela branca e tátil Viajante revelada No rumo do infinito Opala que se mov...