6 de junho de 2017

MAGNIFICAT



Vinha uma canção
Em meus ouvidos
Quando estavas comigo
E tudo se escutava

Por mais de mil anos
Um canto se preparava
Um retoque no silêncio
Um pouso na madrugada

Qualquer lugar é longe
Qualquer lugar é pouco
Enquanto te espero canto
Na eternidade adentro


Manoel Olavo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...