19 de novembro de 2014

ENFIM SÓS

Ela virá
Iluminando a madrugada

Aurora boreal
Mar de quilobytes

Ela virá
Jamais ambígua

Muitas virão
Cheias de si
Porém etéreas

Ela virá
A cada instante prometida

Juntos nós caminharemos
Na infohighway


Manoel Olavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POEMA DO RAIO DE LUZ

Um poema Feito de feixes De raio de luz No vidro encantado Única Maneira de ver A paixão silenciosa Atrás do segredo dela Pele Pe...